4 passos para uma respiração efetiva


1. Alinhar o corpo adequadamente, joelhos "bobos" dando flexibilidade as articulações
2. Inspirar expandindo a região das costelas moveis em toda a sua circunferência
3. Expirar firmando os músculos abdominais
4. Manter costelas abertas e estáveis enquanto expira soltando sons de ssss, chhh ou fffff

-->Lembra que o domínio do corpo vem com a prática, entender o mecanismo de respiração não é o mesmo que domina-lo.

Bom estudo!!!

Relaxamento e aquecimento vocal

Tão importante quanto o estudo continuo da técnica, está a preparação antes do trabalho vocal. Um ritual que deve entrar na rotina do cantor desde cedo para que tenha um estudo completo e para que a sua performance seja plena e cheia de naturalidade.

O relaxamento estabelece uma maior concentração e evita as tensões em locais de mais pressão (laringe, ombros, pescoço). O aquecimento vocal evita desgastes na voz e traumas nos mecanismos de produção vocal, além de garantir notas ainda mais brilhantes na sua performance.

Para relaxar a musculatura e para auxiliar na compreensão do trabalho que se seguirá, faça exercícios simples de alongamento, sem muita pressão.

Para o aquecimento, exercícios em glissando, passeando entre graves e agudos, usando som de Brrrr. Ou ainda, use o aquecimento indicado pelo seu professor de canto.

A prática do relaxamento deixará cada vez mais clara a sua importância para o canto. 

Pratique!

Tensão no palco

Dicas para driblar o nervosismo:

1. Prepare-se - estude e ensaie muito, é na repetição que nos apropriamos do repertório e essa apropriação traz fluidez ao som; não esquece da técnica, a base de tudo é deixar que o corpo faça o seu trabalho sem precisar pensar muito na hora de encarar um público.

2. Aqueça - no aquecimento preparamos o corpo e a mente, nos concentramos; é legal fazer exercícios de respiração com longas expirações, isso ajuda muito a diminuir o stress.

3. Tome um personagem - no palco somos cantores/atores de uma cena musical, incorpore esse personagem, viva a canção, sinta as palavras que estão sendo cantadas, as melodias como parte de um cenário, mas sem "ouvir" demais; o palco não é hora de ser autocritico, tenha a confiança que ensaiou muito pra estar ali e que, por isso, não tem como dar errado.


Como começar...

Estudar canto é como uma atividade física, é preciso estabelecer uma rotina. Algumas dicas poderão ajudar nesse começo.

1. Ter em mente os objetivos de longo prazo

2. Não criar expectativas de curto prazo sobre os objetivos a longo prazo (cada coisa a seu tempo); curta o processo e observa atentamente a evolução.

3. Escolher bem o repertório (mais vale uma música simples bem executada do que fazer algo no limite da técnica atual.

4. Divirta-se, sempre. Pense musicalmente, mesmo um vocalize pode se tornar muito musical e significativo se for feito com amor e dedicação.